Você tem medo de demonstrar afeto?


Nesse artigo, falarei do afeto positivo que eventualmente podemos sentir por alguém que conhecemos pouco ou com quem ainda não temos tanta intimidade, mas que apesar do pouco contato nos provoca intensos sentimentos.

Antes de entrarmos nessa questão é preciso esclarecer o que é afeto. Afeto é tudo o que sentimos em relação a algo ou alguém; está ligado a tudo aquilo que nos afeta, de maneira positiva ou negativa; “é uma resposta subjetiva expressa sob a forma de sentimentos, sensações, estados emocionais, desejos, necessidades e humores” (Nery, 2014). Nesse artigo, falarei do afeto positivo que eventualmente podemos sentir por alguém que conhecemos pouco ou com quem ainda não temos tanta intimidade, mas que apesar do pouco contato nos provoca intensos sentimentos.


Pois então, você acredita que existe medida entre dar e receber afeto? Quantas vezes você já ouviu alguém dizer que é mais seguro não demonstrar tanto o que se sente por alguém? Ou ainda pior, que homem deve gostar mais da mulher do que a mulher dele, e/ou vice e versa? Bem, não importa se você é homem ou mulher, pois afetividade diz respeito a pessoas, independentemente do gênero, cor, credo ou classe social. Mas, caso você seja uma dessas pessoas que nunca sabe muito bem até onde pode ir com suas demonstrações de afeto, deixo aqui algumas reflexões que poderão ajudá-lo.


Em primeiro lugar é preciso considerar o universo interno das pessoas envolvidas numa dada relação de troca – o doador e o receptor. E aí podemos fazer os seguintes questionamentos: Qual é a real motivação daquele que doa? Quanto essa pessoa faz esperando receber de volta? O prazer que ela tem em doar é maior do que a angústia de não ser correspondida? Se não houver retorno, ou se ele for diferente daquilo que espera, vai saber lidar com isso? Quanto o receptor sabe lidar com afetos? Será que ele se julga merecedor daquilo que recebe? Afeto é ameaçador para ele? Será que ele se sente capaz de retribuir? De que modo? Verbal? Físico? Será que ele deseja retribuir? Em que grau? Como será que essas duas pessoas aprenderam a se ver no mundo e a pertencer a ele? Será que elas sentem-se credoras? Devedoras? Injustiçadas? Afortunadas? Amadas? Desamparadas?


As pessoas mais intensas, afetuosas, expressivas e calorosas podem, eventualmente, sentir-se mais frustradas por não receberem na mesma proporção de expressão de seu afeto. O mais comum é esperarem receber, inclusive, na mesma medida e na mesma moeda. No entanto, a forma como o outro recebe, processa, interpreta e reage ao afeto que lhe é dado vai depender de todas aquelas perguntas levantadas anteriormente, ou seja, da forma como o sujeito aprendeu a lidar com os afetos e com as emoções ao longo de sua vida, muito provavelmente desde quando ainda estava protegido no conforto uterino.


Avaliar as necessidades internas e ajustar as expectativas funciona como medida protetora, pois nos ajuda a fazer escolhas mais conscientes, pelas quais poderemos nos responsabilizar. Por outro lado, é importantíssimo que não sufoquemos as nossas necessidades e desejos mais genuínos para nos ajustarmos às expectativas ou ao modo de funcionamento dos outros. Essa é uma escolha que pode resultar numa vida inteira preenchida pela falta. É fundamental que sejamos cada vez mais criativos e que busquemos alternativas para nos preenchermos afetivamente. Para isso, é importante o desenvolvimento da capacidade de se reinventar, da coragem de arriscar e de se lançar a novas formas de interagir no mundo. Dá um pouco de trabalho, é verdade. O acerto muitas vezes acontece sob a perspectiva da tentativa e erro, mas as conquistas podem fazer valer uma vida.


Se você tem medo de demonstrar o que sente, que tal cuidar desse medo para poder se sentir capaz de se realizar com a sua capacidade de amar?



POSTS RECENTES

POSTS RELACIONADOS

Posts em breve
Fique ligado...

REDES SOCIAIS

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey Pinterest Icon

MÍDIAS SOCIAIS

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle

FALE CONOSCO

Tem alguma dúvida, crítica ou sugestão?

Ficaremos felizes em ouvir e responder! 

© 2017 Todos os direitos reservados.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now